como fazer pompoarismo

como fazer pompoarismo

O pompoarismo permite maior controle sobre os músculos que circundam a vagina, deixando a mulher muito mais saudável e poderosa entre quatro paredes. Com as Bolinhas Ben-Wa, o Colar Tailandês, os Cones para Pompoar e outros acessórios eróticos especiais, a mulher consegue produzir os tão desejados movimentos de contração para surpreender o homem! Saiba mais sobre Pompoarismo

O pompoarismo ajuda a mulher a desenvolver a área pélvica e controlar o prazer

Sem dúvida, você já leu em alguma revista frases clássicas do tipo: “Leve seu homem ao delírio”, “500 maneiras de inovar na cama”, “Seja a melhor entre quatro paredes”, e outras mais que insistem em te formar uma expert do sexo. Mas nem sempre bancar a acrobata do Cirque du Soleil embaixo dos lençóis ou querer superar a Mulher Melancia na velocidade cinco do Créu são artifícios que farão o cara delirar e sair de sua cama cambaleando.

O Guia da Semana foi em busca de respostas e descobriu uma arma que, sem dúvida, fará você alcançar o prazer de uma forma diferente e com segurança: através do pompoarismo.

A técnica já foi vista como pervertida, exótica, mas o que muitas pessoas não sabem é que, por meio do pompoar, diversas mulheres encontram um prazer até então desconhecido, aumentam a auto-estima, fortalecem a saúde e fazem seus parceiros pedirem água no fim da transa. Para te ajudar no treinamento, a professora de pompoar Lu Riva, mais conhecida como Lu Pompoar, deu dicas valiosas de exercícios e ensina como fazer da técnica sua melhor amiga.

Por onde começar?

– O canal da vagina possui entre 12 e 15 anéis. Por meio da técnica, uma mulher aprende a mover os três principais (de acordo com a figura acima). O da entrada da vagina (onde fica o períneo, que divide a vagina do ânus); o do meio (que move a parte de dentro do clitóris); e o último, que fica próximo ao colo do útero.

– O primeiro passo é identificar os anéis e isso é feito por meio de exercícios. São atividades em pé, andando, no chão, sentado, dançando, etc. Para isso, os acessórios são fundamentais.

– Para iniciar, há três itens básicos, indicados para mulheres que não tenham nenhum tipo de problema, como por exemplo, um mioma.

Pompoarismo – Primeiros passos para começar a praticar!

Pompoarismo é uma arte milenar indiana que tem origem no tantrismo, cuja técnica consiste na contração voluntária dos músculos pélvicos (pubococcígeos), conhecidos como músculos PC.

Tem como objetivo fortalecer essa musculatura para prolongar e intensificar o prazer sexual do casal.

A prática das contrações desses músculos traz inúmeros benefícios para a autoestima e a vida sexual da mulher, além de ser excelente e necessária para a sua saúde.

O verbo pompoar significa ‘contrair’, ou seja, ter o comando mental dos músculos pubococcígeos e da vagina.

A palavra pompoarismo (pahm-pour) é originária do tâmil, falado no sul da Índia.

Benefícios do Pompoarismo

1. Fortalece os músculos pubococcígeos (que sustentam os órgãos internos), prevenindo o prolapso (queda) de bexiga, incontinências urinárias e o afrouxamento da região pélvica, que ocorre com a idade e com partos sucessivos.

2. Prolonga e intensifica o prazer sexual da mulher e do parceiro, durante a penetração.

3. Contribui para a prevenção de incontinência urinária de esforço (perda urinária ao tossir, subir escadas, rir, fazer esforço) ou como terapia complementar para quem já tem o problema e está em tratamento.

4. Os exercícios de contração, principalmente os de Kegel, podem ser complementares em tratamentos para incontinência urinária de urgência (perda súbita de urina), geralmente indicados pelo médico e aplicados por fisioterapeutas especialistas no trato urogenital.

5. Autoconhecimento: mulheres que nunca tiveram um orgasmo podem aprender a ter, devido ao desenvolvimento da percepção da musculatura.

6. Aumento da excitação sexual, devido aos movimentos que estimulam o clitóris e áreas adjacentes, promovendo maior autoconhecimento do corpo e das sensações eróticas.

7. Aumento da lubrificação vaginal, devido à maior quantidade de fluxo sanguíneo na região pélvica durante a prática, o que contribui para reduzir a secura vaginal, principalmente em mulheres que já entraram na menopausa.

8. A prática contribui para regular o intestino e os ciclos menstruais.

9. Promove excelentes resultados para algumas disfunções sexuais femininas, durante o tratamento terapêutico especializado em sexualidade (terapia sexual) em consultório.

10. Rápido restabelecimento do tônus vaginal, após o parto, entre muitos outros benefícios para a saúde como um todo.

Muitas mulheres jovens apresentam problemas de incontinência urinária. Portanto, as mulheres devem começar desde cedo a praticar os exercícios de contração, como medida preventiva. Além de praticar exercícios físicos.

É um equívoco pensar que somente mulheres após a menopausa têm problemas de afrouxamento pélvico.

 

Para saber mais acesse: http://cursosonline24horas.com/curso-de-pompoarismo/

 

Deixe uma resposta